image_pdfimage_print

No dia 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional da Luta Antimanicomial no Brasil em homenagem à luta dos profissionais de saúde por um tratamento mais humano aos usuários do sistema de saúde mental.

 

Uma luta que ganhou força no contexto da abertura da ditadura militar, quando surgiram as primeiras manifestações no setor da saúde.

 

No bojo destas, surgiram o movimento dos Trabalhadores da Saúde Mental, que logo assumiria um importante papel na crítica da política de assistência psiquiátrica da ditadura: suas reivindicações incluíam o fim do uso do eletrochoque e de outras práticas de “tratamento” – que se assemelhavam às torturas comuns nos porões da ditadura –, melhores condições de assistência à população e pela humanização dos serviços. Este movimento dá início a uma greve (durante oito meses no ano de 1978) que alcança importante repercussão na imprensa da época.

 

Então, em comemoração a esse movimento a FACITEC organizou o Evento “Saudações Antimanicomiais no cenário norte mineiro: experiências e perspectiva em debate.” que será nesta quarta-feira (26/05/21) às 19 horas.

 

DANILLO LISBOA

Psicólogo, Mestre e Ciências Humanas e

Doutorando em Psicologia pela USP.

 

LUCIANA RIBEIRO BARBOSA

Graduação em Psicologia pela UFF.

Residência Multiprofissional em Saúde da Família pela ENSP/FIOCRUZ.

Especialização em Psicanálise e Saúde Mental pela FACITEC.

 

MARIÁ AFFINI

Psicóloga, psicanalista.

Pós-Graduação em Saúde Mental.

Coordenadora Clínica do CAPSI Raio de Sol e Psicóloga da FACITEC.

 

ISABELA CARDOSO FREITAS E SILVA

Acadêmica de Psicologia 9º Período da FACITEC.

 

E você, é nosso convidado especial.

 

A FACITEC na Luta Antimanicomial defende o Cuidado em Liberdade!!!

 

Link do canal:

https://www.youtube.com/channel/UCWGppj8H8dwuxh_CniE-GXw

Link da LIVE

https://youtu.be/qMOjCg1Xf6Q